Aqui vou escrever o que me vai na alma...
Sábado, 26 de Janeiro de 2008
...
O Valor da Verdadeira Amizade
 
E
ra uma vez duas meninas muito bonitas, a Lara e a Matilde. Estas duas meninas eram muito amigas e inseparáveis, pois tinham sido criadas juntas, e mesmo não sendo irmãs, tratavam-se como tal.
Lara, era uma menina loira, de olhos azuis, que tinha perdido os pais, quando tinha apenas um ano de vida, e como não tinha mais família, Carolina, a mãe de Matilde, que era uma grande amiga da sua mãe decidiu adoptá-la e criá-la, para evitar que ficasse sozinha e que fosse entregue a uma instituição. Como era ainda bebé quando a desgraça aconteceu, Lara não se recordava muito bem dos seus pais, mas sentia muitas saudades deles, e Carolina contava muitas histórias deles, e ela ficava maravilhada ao ouvi-las, pois assim sentia-se mais próxima deles, e tentava não ficar muito triste, pois ela sabia que os seus pais estavam no céu a olhar por ela.
 
Quando entraram para a escola, todos pensavam que Lara e Matilde eram irmãs, pois elas não se largavam, partilhavam tudo e uma andava sempre de acordo com o estado de espírito da outra, se uma ria a outra ria, e se uma chorava, a outra chorava com ela, pois não ficavam indiferentes aos sentimentos uma da outra. Logo desde o início, Lara e Matilde fizeram muitos amigos, pois eram muito simpáticas e divertidas, e toda a gente gostava delas.
Com apenas seis anos, estas duas meninas eram as melhores amigas, e não pensavam em separar-se nunca, pois a sua amizade era mais forte do que qualquer coisa, e foi então que decidiram fazer um pacto, em que teriam que escrever num papel um desejo que gostariam de ver realizado nas suas vidas, e só no dia em que fizessem dezoito anos, poderiam ver o desejo uma da outra, e ver então, se este se tinha realizado. E assim foi, cada uma escreveu o seu desejo num papel, sem deixar a outra ver, e puseram os dois papéis numa caixa de madeira, enterrando-a logo de seguida no quintal.
Os anos foram passando, e tinha chegado a altura de Lara e Matilde entrarem para uma nova escola, onde iriam frequentar o terceiro ciclo. No princípio, estavam as duas um pouco nervosas e com algum receio, mas logo se acalmaram uma à outra, dizendo que acontecesse o que acontecesse, estariam sempre ali para se apoiarem uma à outra, e ajudarem no que fosse preciso.
Como elas eram muito bonitas, na nova escola, e tal como sempre tinha sido, rapazes atrás delas não faltavam, mas nenhum lhes despertava qualquer tipo de interesse, e além disso já tinham chegado à conclusão que os rapazes da sua idade eram ainda muito crianças, e não sabiam o que queriam, além disso, se arranjassem algum namorado, iriam passar menos tempo juntas. Mal Matilde iria mudar a sua opinião em relação a este assunto, quando certo dia, entrou para aquela escola um rapaz moreno, alto, de olhos verdes e muito bonito, e como tal, todas as raparigas andavam sempre atrás dele, mas ele só se interessou por uma, Matilde. No princípio, ela tinha um pouco de medo, pois o seu pai tinha abandonado a sua mãe por causa de outra mulher, e ela não queria que passar pelo mesmo, mas depois de algumas conversas, começaram a namorar. Eles entendiam-se muito bem, mas Matilde estava cada vez mais afastada de Lara, e por esta razão esta andava cada vez mais triste, e decidiu falar com a sua amiga, ao que ela prometeu que ia passar mais tempo com ela. E foi depois desta conversa, que Matilde e Lara voltaram a andar juntas como dantes, e desta vez, era Gonçalo, o namorado de Matilde que sentia a sua falta, e foi então que lhe fez um ultimato, ou ela deixava de estar com Lara, ou então iria ficar sem ele. Matilde, apesar de ficar muito triste, decidiu ficar com a amizade de Lara, pois elas já se conheciam há muito tempo, e não pensava viver sem ela, e se Gonçalo lhe estava a dizer aquilo era porque não gostava mesmo dela. Lar ficou muito sensibilizada com a atitude da sua amiga, mas sempre soube que elas nunca se iriam separar.
Quando as duas completaram dezoito anos, foram ver os desejos que à alguns anos atrás tinham escrito. Chegaram ao local onde tinham enterrado a caixa de madeira, desenterraram-na e tiraram de lá os dois papéis. Ambas leram os desejos uma da outra em voz alta. Depois de lerem os desejos, abraçaram-se as duas muito emocionadas, pois os seus desejos eram iguais. Aquilo que tinham pedido tinha sido que ficassem juntas para sempre, e que nada nem ninguém as conseguisse separar nunca.
E daqui tiraram uma lição, a Amizade, quando é verdadeira, não pode ser apagada ou destruída por ninguém.
A amizade é assim:
É sentir o carinho,
É ouvir o chamado.
É saber o momento
de ficar calado.
Amizade é somar
alegrias, dividir tristezas.
É respeitar o espaço,
silenciar o segredo.
É a certeza
da mão estendida.
A cumplicidade que
não se explica,
Apenas se vive!
Este foi o trabalho sobre o valor da amizade, que a minha filha teve que apresentar numa disciplina do curso que está a tirar.
Claro, como sempre, um dos melhores trabalhos da turma .
E como está uma história escrita com sentimento, com carinho e acima de tudo com o valor da verdadeira amizade, decidi publica-la. Para que reflictam um pouco sobre a verdadeira amizade. Parabéns filha.


publicado por blogando-me1 às 22:13
link do post | comentar | favorito
|

6 comentários:
De menina sonhadora a 27 de Janeiro de 2008 às 12:21
Ola amiguinha!
passo para te desejar um optimo domingo
bjs


De Never a 28 de Janeiro de 2008 às 18:49
Olha p'ra ela toda .
Imaginação não falta á tua filhota.
Por vezes não nos devemos concentrar somente numa pessoa, a amizade é para ser partilhada.
Um beijo para a tua filhota, um abraço para o teu filho e para ti minha cara o beijo na mind.


De Just Moments a 28 de Janeiro de 2008 às 21:55
Olá Amiga!

Só agora mude cá passar..
PARABÈNS *a Tua filhota e a Ti..
Afinal alguém lhe ensinou o valor da Amizade..

Está lindo..

Beijinhos fofos


De Virginiana a 28 de Janeiro de 2008 às 23:18
Amiga passei para te dizer que tenho um miminho no meu blog para ti...passa por lá para saberes dos que se trata...

Beijinhos e uma óptima semana...

T.Santos


De Cristal a 29 de Janeiro de 2008 às 09:41
Deixo-te só esta pequena mensagem que ontem me enviastes:
Poder ter alguém na tua mente
Alguém no teu coração
Alguém nos teus sonhos
Mas eu serei sempre alguém que tu tens quando não tiveres ninguém ...
Mais palavras para quê????
Parabéns para a Cláudia.
Beijos cristalinos amiga


De cindamoledo a 29 de Janeiro de 2008 às 17:25
Parabéns á sua filha história linda!!! a amizade é muito bela. Um beijinho cinda


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31



Search Video Codes
posts recentes

Em busca da paz......

...

Desistir ou não...... eis...

A vida continua....

...

Mudança......

Parabéns Pedro

Feliz 2013

Feliz Natal

Parabéns Claudia


Contador site
online
arquivos

Janeiro 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

mais comentados
57 comentários
54 comentários
53 comentários
51 comentários
51 comentários
51 comentários
51 comentários
49 comentários
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds